Bush vai a Kosovo

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, planeja visitar as forças norte-americanas de manutenção de paz em Kosovo durante uma viagem à Europa em julho. Funcionários da Casa Branca analisaram locações da província sérvia para preparar a visita, prevista para o fim de sua segunda viagem oficial à Europa. O chefe de Estado norte-americano também visitará Grã-Bretanha e Itália, onde planeja participar da reunião de cúpula dos países industrializados e visitar o papa João Paulo II. Mais de 150.000 sérvios fugiram de Kosovo durante uma campanha de 78 dias de bombardeio promovida pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), cujo objetivo era combater os ataques sérvios à província de maioria albanesa étnica. Kosovo - pertencente à Sérvia, maior das duas repúblicas que compõem a Federação Iugoslava - hoje é governada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e policiada pelas forças de manutenção de paz da Otan. Bush informou nesta terça-feira que apóia a proposta do presidente da Rússia, Vladimir Putin, de reforçar a segurança na fronteira entre Kosovo e a Macedônia para impedir o tráfico de armas entre os rebeldes albeneses étnicos que combatem o governo macedônio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.