Bush veio "pedir prestação de contas" a Uribe, dizem Farc

A guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) afirmou no domingo, 11, que o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, viajou à Colômbia para "pedir prestação de contas" a seu colega colombiano, Álvaro Uribe, das milionárias contribuições de Washington a Bogotá.Em mensagem divulgada no domingo pela página dos rebeldes na internet, o responsável internacional das Farc, "Raúl Reyes", considerou que Bush paga o apoio de Uribe à invasão do Iraque com uma "visita fugaz".O líder rebelde se referia às quase sete horas que o líder americano ficará em Bogotá, onde chegou por volta do meio-dia (14h de Brasília) procedente do Uruguai.Reyes, cujo verdadeiro nome é Luis Edgar Devia Silva, assinalou que "os tristemente famosos camaradas da guerra (Bush e Uribe) compartilham a contundente derrota estratégica propiciada pela heróica resistência do povo" iraquiano.Por isso, disse, ambos "deverão responder perante os "tribunais revolucionários" pelas vítimas e danos causados pela "invasão imperial" no Iraque."Bush também vem a Bogotá para pedir prestação de contas a Uribe dos investimentos milionários nos planos para acabar com as Farc, (...) amparado na falácia de combater o terrorismo e o narcotráfico", continuou o chefe guerrilheiro.Para Reyes, o outro assunto de Bush em Bogotá é o Tratado de Livre-Comércio (TLC), assinado em novembro passado pelos dois países, e que está pendente de aprovação em seus respectivos legislativos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.