Caça de combate sírio ataca cidade próxima à Turquia

Um caça de combate sírio bombardeou nesta segunda-feira uma região de domínio rebelde próximo a fronteira com a Turquia, matando seis pessoas até o momento e ferindo dezenas de outras. Além disso, testemunhas e autoridades afirmaram que, com o ataque, uma granada propelida por foguete caiu em território turco.

AE, Agência Estado

12 de novembro de 2012 | 10h45

Um cinegrafista da Associated Press viu a aeronave bombardear os arredores da cidade síria de Ras al-Ayn, próxima da fronteira com a Turquia. A região se encontra na província curda de al-Hasaka, produtora de petróleo e disputada entre rebeldes e agentes do governo. Na semana passada, os insurgentes haviam derrubado três edifícios de defesa no município.

Uma autoridade da prefeitura local disse que ambulâncias turcas levaram 18 sírios feridos para um hospital da cidade de Ceylanpinar, na Turquia. Seis deles morreram. Segundo a fonte, que preferiu não se identificar, o número de mortos ainda deve aumentar.

Depois dos bombardeios, uma granada propelida por foguete aterrissou em uma área vazia próxima a Ceylanpinar. Ninguém ficou ferido, afirmaram as autoridades. A Turquia tem respondido ao lançamento sírio de morteiros e explosivos com tiros. No entanto, hoje não houve uma retaliação imediata, declararam os oficiais. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
SíriaTurquiabombardeio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.