Narciso Contreras/AP
Narciso Contreras/AP

Caças sírios bombardeiam campo de refugiados palestinos

Segundo Observatório Sírio dos Direitos Humanos, ataque pode ter deixado mortos

AE, Agência Estado

16 de dezembro de 2012 | 13h13

BEIRUTE - Caças sírios bombardearam um campo de refugiados palestinos no sul de Damasco neste domingo, 16. Esta foi a primeira vez que um campo palestino foi atacado desde o início dos conflitos na Síria, há 21 meses, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

"Caças realizaram um ataque a uma área próxima ao hospital Al-Bassel, no campo Yarmuk, ferindo várias pessoas", disse o OSDH. De acordo com relatos iniciais citados pelo grupo, três pessoas podem ter sido mortas no ataque.

Na cidade de Alepo, no norte do país, uma facção rebelde tomou uma base da infantaria das tropas do presidente Bashar Assad no sábado. Esta foi a segunda grande base militar tomada pelos rebeldes em uma semana na maior cidade do país. Segundo uma declaração da brigada rebelde al-Tawheed, o comandante da brigada, coronel Youssef al-Jader, foi morto na batalha.

A brigada Youssef Al-Tawheed é um dos maiores grupos rebeldes operando em Alepo, que tem sido um importante front na guerra civil desde julho. Segundo ativistas, o conflito já deixou mais de 40 mil mortos.

As informações são da Dow Jones e da Associated Press

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.