Cachorro da família Obama gera grande interesse nos EUA

Muitos norte-americanos estão ávidos por ouvir a opinião do presidente eleito, Barack Obama, sobre crise financeira e política externa, mas eles parecem ansiosos também para saber qual cachorro ele dará para suas filhas. A família Obama foi bombardeada com sugestões sobre a escolha do cachorro. No discurso da vitória em Chicago na terça-feira à noite, Obama afirmou às filhas Malia, 10, e Sasha, 7: "Eu as amo mais do que vocês podem imaginar. E vocês ganharam o novo cachorrinho que virá conosco". Na sexta-feira, na primeira entrevista coletiva de Obama como presidente eleito, a sétima pergunta foi que tipo de cachorro a família terá. "A respeito do cachorro, este é um assunto importante. Acho que gerou mais interesse em nosso site do que qualquer coisa", afirmou Obama. "Temos dois critérios que precisam ser observados. Um é que Malia é alérgica, então tem que ser hipoalergênico. Há várias raças que são hipoalergênicas." "Nossa preferência seria ter um cachorro abandonado, mas, obviamente, muitos cachorros abandonados são vira-latas como eu", comparou. "Então se conseguirmos equilibrar essas duas coisas, acredito que seja um assunto urgente no lar Obama." (Reportagem de Jeremy Pelofsky)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.