Cadáver de vítima de atentado será repatriado ao Equador

O cadáver do equatoriano Carlos Alonso Palate, falecido no atentado terrorista perpetrado pela ETA no último sábado, no estacionamento do aeroporto Barajas, em Madri, será repatriado amanhã ao Equador.Assim disse à EFE o diretor-geral de atendimento às vítimas doterrorismo, José Manuel Rodríguez Uribes, após reunir-se, junto aopresidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, com osfamiliares de Carlos Alonso Palate, cujo cadáver foi encontradohoje, e de Diego Armando Estacio, que permanece desaparecido.Rodríguez Uribes disse que o cadáver de Carlos Alonso Palate será repatriado ao Equador "o mais rápido possível", a pedido dosfamiliares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.