Cai o número de soldados americanos mortos no Iraque

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos anunciou nesta segunda-feira que o número de soldados americanos mortos no Iraque caiu pelo terceiro mês consecutivo. Um relatório do Pentágono indicou que o número de mortes em julho foi um dos mais baixos dos três anos de guerra, mesmo depois do aumento do contingente militar em Bagdá na semana passada.Em julho foram registrados 44 casos de soldados americanos mortos, número que ficou bem abaixo da média de 64 mortes por mês registrada até então, segundo o Pentágono.A média de mortes entre as forças militares americanas no Iraque em 2006 é de 1,88 por dia. Em 2005 essa média foi de 2,31 e em 2004, de 2,32.Segundo os últimos números do Departamento de Defesa, 2.578 soldados americanos morreram no conflito iniciado em março de 2003 com a invasão do Iraque, e cerca de 19 mil ficaram feridos.A esse número se acrescenta a morte de 230 soldados das forças aliadas dos EUA, a maioria britânicos e italianos. Os Estados Unidos mantém 132 mil soldados no Iraque.Em contrapartida, o coronel Barry Johnson, porta-voz das forças militares dos EUA em Bagdá, afirmou que desde o início deste ano foi registrado um aumento dos ataques contra as forças norte-americanas e aliadas, que chegaram a uma média diária de 120.Na semana passada o Pentágono anunciou que os 3.500 soldados que deveriam retornar após completar um ano de serviços no Iraque ficarão por mais quatro meses no país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.