Cai reputação global dos EUA, mostra enquete da BBC

A reputação global dos Estados Unidos caiu consideravelmente no último ano, segundo uma enquete mundial divulgada nesta segunda pelo canal de notícias BBC. A pesquisa, que ouviu 26.381 pessoas em 25 países, mostra que quase três em cada quatro pessoas condenam a gestão do presidente dos EUA, George W. Bush, no conflito iraquiano.Além disso, só 29% dos entrevistados acham que a influência americana no mundo é majoritariamente positiva. O percentual é sete pontos menor que o de um ano atrás. Para 49%, o papel dos EUA é basicamente negativo.No Reino Unido, até 57% das pessoas consideram negativa a influência dos EUA. Quatro em cada cinco britânicos desaprovam a gestão de Bush no Iraque.Nos EUA, 57% dos entrevistados condenaram a política de seu presidente no Iraque. A mesma proporção opinou que seu país exerce uma influência majoritariamente positiva no mundo. No ano anterior, porém, essa era a opinião de 71%. Dois terços das pessoas ouvidas opinaram que as tropas dos EUA no Oriente Médio causam mais conflitos do que previnem. Só 17% opinaram que elas são uma força de estabilização.Os entrevistados também se opuseram à gestão de Bush nos centros de detenção na base de Guantánamo, em Cuba (67%); ao conflito entre Israel e a milícia xiita libanesa Hezbollah (65%); aos programas nucleares do Irã (60%) e da Coréia do Norte (54%) e ao aquecimento global (56%).A pesquisa foi elaborada pela organização Programa de Atitudes sobre Política Internacional dos EUA, em colaboração com a empresa Globescan, entre 9 de novembro de 2006 e 9 de janeiro deste ano. As entrevistas foram feitas no Brasil, Argentina, Austrália, Chile, China, Egito, França, Alemanha, Reino Unido, Hungria, Índia, Indonésia, Itália, Quênia, Líbano, México, Nigéria, Filipinas, Polônia, Portugal, Rússia, Coréia do Sul, Turquia, Emirados Árabes e EUA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.