ALEXANDRE GROYER/AFP
ALEXANDRE GROYER/AFP

Cairo pede à França dados sobre avião da EgyptAir

Promotor quer vídeos, áudios e documentos desde quando Airbus estava no aeroporto Charles de Gaulle até quando deixou espaço aéreo francês

O Estado de S. Paulo

23 Maio 2016 | 19h37

CAIRO - O promotor público do Egito, Nabil Sadek, pediu nesta segunda-feira às autoridades da França que lhe entreguem documentos, áudios e vídeos do período em que o avião da EgyptAir que caiu na quinta-feira matando as 66 pessoas a bordo esteve no aeroporto Charles de Gaulle até quando deixou o espaço aéreo francês. 

Sadek também pediu à Grécia que lhe entregue as transcrições das conversas entre o piloto e os controladores aéreos, além da autorização para interrogar os funcionários do tráfego aéreo sobre alertas enviados pelo piloto.

O voo 804 da EgyptAir, que ia de Paris para o Cairo, desapareceu dos radares assim que entrou no espaço aéreo egípcio sobre o Mar Mediterrâneo. 

Aviões e barcos que participam das buscas no mar, ao norte da Alexandria, encontraram destroços do Airbus 320, restos humanos e pertences dos passageiros, mas ainda buscam as duas caixas-pretas, que poderiam esclarecer o que causou a queda da aeronave. Nesta segunda-feira, um navio da Marinha francesa equipado com sonar juntou-se às buscas para tentar localizar os sinais emitidos pelas caixas-pretas. 

Investigadores franceses disseram que fumaça foi detectada a bordo antes de o avião desaparecer. Os sinais não indicam o que causou a fumaça, mas especialistas em aviação não descartam a possibilidade de uma falha técnica ou mesmo sabotagem e atentado terrorista.

Um relatório da aviação civil egípcia revelou que o mesmo avião fez um pouso de emergência no Cairo em 2013, pouco depois de decolar para Istambul, quando um de seus motores superaqueceu. Especialistas dizem que isso não seria a causa da tragédia. / REUTERS e AP

Mais conteúdo sobre:
Egito EgyptAir França Grécia Airbus

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.