''Calábria é um Estado falido'', diz telegrama

Um funcionário americano disse que a região da Calábria, no sul da Itália, seria "um Estado falido", que não faz parte do país, por causa do estrito controle da máfia N"drangheta sobre a economia e todos os aspectos da vida. Em um telegrama divulgado ontem pelo WikiLeaks, o diplomata diz que os ineficientes e corruptos políticos da região, funcionários portuários corruptos e os mesquinhos funcionários da Promotoria somente acrescentam o senso de que na Calábria não há lei. O telegrama é de 2008, antes de o governo iniciar uma operação contra a máfia que resultou em centenas de presos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.