Calderón espera que G-20 ofereça mais de US$ 430 bi

O presidente do México, Felipe Calderón, que vai presidir a cúpula do G-20, em Los Cabos, na próxima semana, disse que espera que as maiores economias do mundo forneçam mais de US$ 430 bilhões que foram prometidos para conter a propagação da crise financeira europeia. Segundo Calderón, "haverá capitalização maior" que o valor prometido pelos membros em abril.

AE, Agência Estado

16 de junho de 2012 | 20h02

O presidente mexicano afirmou que não espera que os EUA contribuam para a recapitalização, algo que, segundo ele, mostrava a importância das economias emergentes. O dinheiro será usado para resgatar países e indústrias importantes que não conseguem obter empréstimos no mercado aberto, devido aos temores de que não conseguirão pagar suas dívidas devido à crise. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
G-20Calderón

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.