Calderón vai enviar ajuda humanitária para a Bolívia

O presidente do México, Felipe Calderón, telefonou para o da Bolívia, Evo Morales, expressou solidariedade para Evo Morales, diante da emergência causada pelas intensas chuvas em território boliviano. Calderón anunciou ainda o envio de ajuda humanitária.O Escritório da Presidência informou em comunicado que Calderón transmitiu a profunda solidariedade de seu governo e do povo mexicano. Ele informou a Morales que o México começou "os preparativos para enviar ajuda humanitária ao país irmão".Morales agradeceu a solidariedade do México e explicou aopresidente Calderón os detalhes da "grave emergência" no seu país.O líder boliviano disse que as principais necessidades nestemomento são "água potável e remédios".O México enviará "máquinas potabilizadoras portáteis, 600 mil frascos de 60 mililitros de prata coloidal para purificação de água que podem abastecer 2 milhões de pessoas por 90 dias".O pacote inclui desinfetantes, mantimentos, equipamentos médicos e remédios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.