Califórnia sofre com novos incêndios e calor recorde

Um novo incêndio florestal foi registrado nesta segunda-feira no sul da Califórnia (EUA), região que vive ameaçada pelo fogo como conseqüência das altas temperaturas. A força das chamas, cujas causas são desconhecidas e que jáatingiram 2.673 hectares, obrigou os moradores de Lago Morena, que fica a cerca de 90 quilômetros de San Diego, a evacuarem a área em direção ao interior. No entanto, uma súbita mudança na direção do vento afastou o perigo das áreas habitadas.Contudo, a batalha dos bombeiros é contínua, espalhada por todo o sul da Califórnia, onde estão sendo registradas temperaturas recordes, com uma média de 37,7 graus.Para esta segunda-feira existe a expectativa de uma máxima de 46,1 graus, após ter sido registrado no último final de semana a temperatura de 47,2 graus em regiões residenciais como o Vale de San Fernando, no norte de Los Angeles.O centro nacional de combate ao fogo afirmou hoje que o país vive a pior temporada de incêndios da década. Desde que o ano começou, 1,98 milhão de hectares arderam em chamas em todo o país, número que supera o 1,94 milhão de hectaresqueimados em 2004, o último recorde.Outros focos na Califórnia estão concentrados na ilha Catalina e nas montanhas de San Bernardino, onde 9.841,9 hectares de terra já ficaram em chamas.Embora os bombeiros estejam há mais de duas semanas lutandocontra o incêndio, apenas dois terços das chamas estão sob controle.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.