Calma volta ao Líbano após confrontos que causaram 4 mortes

A calma voltou a Beirute nesta sexta-feira, depois dos choques de quarta e quinta-feira entre grupos rivais sunitas e xiitas que deixaram um saldo de quatro mortos e 151 feridos. Três dos mortos e 72 dos feridos foram identificados.Várias pessoas foram detidas, entre elas alguns franco-atiradores. Segundo as emissoras de TV locais, alguns deles são sírios e palestinos.Os confrontos começaram com um bate-boca entre estudantes da Universidade Árabe de Beirute, no sul da capital. Depois, se estenderam a outros setores de maioria muçulmana. Os bairros cristãos permaneceram em calma.Os principais líderes libaneses, durante toda a tarde, pediram a seus seguidores que abandonem as ruas e respeitassem o toque de recolher ordenado pelo Exército.As equipes de limpeza começaram a retirar das ruas os pneus e carros queimados pelos manifestantes, como já haviam feito depois da greve geral de terça-feira em que a oposição pró-síria tentou derrubar o Executivo.Também na quinta, numa conferência internacional de ajuda, em Paris, o Líbano recebeu uma promessa de ajuda de US$ 7,6 bilhões para se recuperar da invasão israelense de 2006 e reduzir a dívida do país, calculada em mais de US$ 40 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.