Calor mata 490 pessoas e 1,4 milhão de galinhas na Índia

A onda de calor que atinge há duas semanas o sul da Índia já matou 490 pessoas, segundo um oficial da defesa civil. Aproximadamente 100 pessoas estão internadas em hospitais do Estado de Andhara Pradesh, com sintomas de desidratação e insolação.No último ano, uma violenta onda de calor causou mais de mil mortes. A maioria, pessoas de idade que não conseguiram suportar temperaturas de até 50° C.Não foram somente os humanos que morreram com a onda de calor, que matou também alguns elefantes na localidade de Kurupam, a 750 quilômetros da capital do Estado, Hyderabad, e mais de 1,4 milhão de galinhas da indústria avícola da região. O Estado é responsável pela produção de 20 milhões de ovos por dia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.