Calor provoca 18 mortes por afogamento em Moscou

Dezoito pessoas morreram afogadas no sábado em lagoas e rios de Moscou em meio a uma persistente onde de calor, informou neste domingo a agência de notícias Interfax. As mortes ocorridas ontem elevam a 211 o total de pessoas afogadas em Moscou desde 1º de junho, informou o serviço municipal de ambulâncias. Cento e sessenta delas se afogaram este mês. De acordo com a Interfax, a maior parte das vítimas estava embriagada. Durante mais de uma semana, as temperaturas elevaram-se diariamente a 30 graus centígrados ou mais na capital russa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.