Câmara aprova lei contra ilegais

A Câmara dos Deputados da Itália aprovou ontem uma lei que criminaliza a clandestinidade. Pelo projeto, que tem apoio do premiê, Silvio Berlusconi (foto), o estrangeiro pego sem visto será multado em US$ 13 mil antes de ser expulso. Quem não tiver visto não poderá registrar filhos, alugar apartamento e pode ser denunciado por qualquer funcionário público. A lei deve agora passar por uma votação no Senado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.