Câmara de Toronto limita poderes de prefeito

A Câmara dos Vereadores de Toronto votou hoje a favor da limitação dos poderes do prefeito Rob Ford, envolvido em uma série de escândalos que vão de bebedeiras e consumo de drogas pesadas a seu comportamento errático.

AE, Agência Estado

15 de novembro de 2013 | 17h17

Por 39 votos a três, a Câmara de Toronto suspendeu a autoridade de Ford para indicar e demitir o vice-prefeito e os integrantes da comissão executiva, que comanda o processo orçamentário. Em votação separada, a Câmara também aprovou a concessão de autoridade ao vice-prefeito para assumir a responsabilidade em caso de "emergência cívica".

A maioria dos vereadores de Toronto frustrou-se com a recusa de Ford em renunciar ou licenciar-se do cargo depois de ter admitido o consumo de crack durante um episódio de "estupor alcoólico". A legislação local, no entanto, não permite que a Câmara tente cassar o mandato do prefeito a não ser que ele seja condenado por um crime. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
CanadáprefeitoTorontoRob Ford

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.