Câmara dos Deputados altera a lei de anistia

URUGUAI

, O Estado de S.Paulo

22 de outubro de 2010 | 00h00

A Câmara dos Deputados do Uruguai aprovou ontem a alteração na lei que impede o julgamento de crimes contra os direitos humanos cometidos por agentes da ditadura militar (1973-1985). A medida - aprovada por 50 deputados e rejeitada por outros 30 - ainda será votada no Senado. Se a medida for rejeitada, o Estado uruguaio pode ser condenado pela Corte Interamericana de Direitos Humanos da OEA por não levar adiante investigações sobre pelo menos 200 desaparecimentos políticos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.