Câmara dos EUA aprova demolição de presídio no Iraque

A Câmara dos EUA aprovou, por 308 votos a 114, uma emenda à lei de Orçamento da Defesa para o ano fiscal de 2005, votada ontem, que destina recursos para a demolição da prisão de Abu Ghraib, palco dos abusos e humilhações impostos por americanos a prisioneiros iraquianos. "Essa prisão era um símbolo do terrorismo sob Saddam Hussein e era uma instituição que os iraquianos desprezavam", disse um dos propoentes da emenda, o deputado Curt Weldon. Para ele, os abusos ocorridos em Abu Gharib "realmente criaram uma percepção ruim [sobre os EUA] entre os iraquianos. Por isso, vamos derrubá-la. Vamos nos livrar dela. Não só por causa do que alguns soldados fizeram, mas por causa do qe aquele símbolo representava para Saddam. Vamos dizer ao povo iraquiano: ´Ei, nós não queremos mais aquele tipo de tortura´ ".Já o deputado Thaddeus McCotter, que se opôs à emenda, disse que a demolição de Abu Ghraib "é uma decisão soberana dos próprios iraquianos. Não é nosso papel sugerir isso ou insistir nisso". O Orçamento militar dos EUA para o ano fiscal de 2005 prevê gastos de US$ 422 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.