Câmara dos EUA aprova pagamento para a ONU

A Câmara dos EUA aprovou, por unanimidade, uma resolução para que o país pague suas contribuições em atraso para com a ONU. O presidente do Comitê Judiciário da Câmara, deputado Henry Hyde (Partido Republicano de Illinois), disse que é importante que os EUA paguem as contribuições em atraso, para estimular uma reação da ONU aos ataques terroristas do dia 11. Os EUA devem US$ 826 milhões em contribuiões atrasadas à ONU. Durante anos, o Partido Republicano bloqueou os pagamentos, como forma de pressionar a ONU a fazer reformas. O pagamento dos atrasados já havia sido aprovado pelo Senado em fevereiro e agora o projeto irá à sanção do presidente George Bush; a expectativa é de que ele assine a lei antes da abertura da Assembléia Geral da ONU deste ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.