Abed Omar Qusini/Reuters
Abed Omar Qusini/Reuters

Câmara dos EUA desiste de bloquear doação a palestinos

Medida era uma retaliação à decisão do presidente Mahmoud Abbas de solicitar à ONU que a Palestina seja reconhecida como Estado-membro

O Estado de S.Paulo

08 de novembro de 2011 | 03h04

O Congresso dos EUA desistiu de bloquear o envio de cerca de US$ 200 milhões destinados à Autoridade Palestina. A medida era uma retaliação à decisão do presidente Mahmoud Abbas de solicitar à ONU que a Palestina seja reconhecida como Estado-membro da organização.

 

Veja também:

blog PARA ENTENDER: O Estado palestino na Unesco

especialInfográfico: As fronteiras da guerra no Oriente Médio

tabela HOTSITE: A busca pelo Estado palestino

A republicana Ileana Ros-Lehtinen, presidente do Comitê de Relações Exteriores da Câmara e uma das vozes mais radicais no Congresso americano, afirmou que a doação a Ramallah é do "interesse nacional" dos EUA. Ela completou que Israel não se opõe à ajuda americana à entidade que governa a Cisjordânia.

Embora tenha vindo à tona ontem, o recuo teria sido anunciado ao presidente Barack Obama por Ileana em outubro. Em agosto - enquanto Abbas preparava-se para ir às Nações Unidas - ela havia decidido impor um bloqueio aos repasses a Ramallah. De acordo com o regimento da Câmara dos Deputados dos EUA, presidentes de comitê têm o poder de impor suspensão em políticas específicas do governo até que a Casa Branca dê explicações sobre a natureza da medida. / AP

Tudo o que sabemos sobre:
PalestinaUNESCOONU

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.