Câmara dos EUA vota hoje prorrogação da Lei Patriótica

Nesta quarta-feira, a Câmara de Representantes dos Estados Unidos deve votar o projeto de lei que prorroga até 10 de março a vigência de diversas cláusulas da lei antiterrorista, conhecida como Lei Patriota. A controversa lei antiterrorista foi apresentada pelo presidente do Comitê Judicial da Câmara Baixa, o republicano James Sensenbrenner. Fontes legislativas indicaram à EFE que os republicanos, maioria na Câmara de Representantes, aprovarão a prorrogação, como parte de seus esforços por conseguir um acordo definitivo sobre a lei.Sensenbrenner lidera as negociações na Câmara de Representantes para harmonizar as diferentes versões aprovadas por ambas as câmaras do Congresso, antes do recesso legislativo em dezembro.Se aprovada, será a segunda renovação das 16 cláusulas mais controversas da lei antiterrorista, depois que o Congresso aprovou uma extensão de cinco semanas, que vence na sexta-feira.As negociações entre as câmaras do Congresso se complicaram nos últimos dias, porque senadores insistiram que a versão final do projeto inclua mais proteções aos direitos civis.A aprovação do presidente George W. Bush da espionagem de correspondência de americanos com supostos vínculos terroristas no exterior - sem autorização prévia de uma corte judicial -, dificultou as negociações bicamerais.Embora a Lei Patriota não inclua medidas relacionadas com esse tipo de espionagem, o assunto deu alento à oposição democrata e a alguns republicanos, que pedem a inclusão de mais proteções aos direitos civis na lei antiterrorista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.