Câmara russa aprova mandato de 6 anos em 3ª votação

A Câmara dos Deputados da Rússia aprovou hoje uma lei estendendo o mandato presidencial de quatro para seis anos. Essa foi a terceira e última votação, na Câmara, da proposta de ampliação do mandato enviada ao Parlamento pelo presidente Dmitry Medvedev. A medida segue agora para votação no Senado, também dominado pela situação. Entre os deputados, as mudanças constitucionais foram aprovadas por 392 votos a favor e 57 contra, segundo as agências RIA Novosti e ITAR-TASS. A proposta não vale para a atual administração.Muitos analistas apontam que a medida é uma estratégia preparando a volta do ex-presidente Vladimir Putin para o posto. Putin ocupa atualmente o cargo de primeiro-ministro. Ainda bastante popular, o ex-líder estava impedido de concorrer neste ano, pois não poderia buscar um terceiro mandato.Até então pouco conhecido, Medvedev foi indicado por Putin e conseguiu uma vitória tranqüila nas eleições. Alguns observadores acreditam ainda que Medvedev pode renunciar antes do fim de seu mandato, abrindo caminho para a volta de Putin. As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.