Camboja acredita ter contido novo surto de gripe aviária

As autoridades sanitárias do Camboja acreditam que conseguiram conter o novo surto de gripe aviária que surgiu no país e causou na semana passada a morte de quase dois mil patos.Segundo confirmou nesta segunda por telefone o representante do Ministério de Agricultura na província de Prey Veng, Yok Mony, os testes para detectar o vírus H5N1 deram positivo em duas das aves analisadas.Os testes foram realizadas depois que 1.300 aves morreram repentinamente na província.Segundo Mony, uma quarentena foi estabelecida em um raio de três quilômetros em torno do distrito de Preah Sdach, onde foi proibido o transporte de galináceos.O representante sanitário acrescentou que os controles serão mantidos durante aproximadamente 30 dias."Neste momento não há novos casos. No entanto, continuaremos vigiando a área, já que aqui há muitos criadores de patos", afirmou Mony, que acrescentou que a origem da infecção é desconhecida, embora as suspeitas recaiam sobre o Vietnã, cuja fronteira não fica longe da região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.