Francois Mori / AP
Francois Mori / AP

Câmera do metrô registrou suspeito de atentado em Paris no dia do ataque

Abdelhamid Abaaoud foi morto em um tiroteio na quarta-feira quando a polícia invadiu uma casa em um subúrbio de Paris

O Estado de S. Paulo

20 de novembro de 2015 | 14h59

PARIS - O principal suspeito por trás do massacre em Paris aparece em imagens de circuito fechado gravadas em uma estação de metrô da cidade no momento em que estavam em curso os ataques que mataram 129 pessoas, disse uma fonte da polícia nesta sexta-feira, 20.

Abdelhamid Abaaoud foi morto em um tiroteio na quarta-feira quando a polícia invadiu uma casa em um subúrbio de Paris onde estava escondido. Promotores disseram que três pessoas foram mortas nessa operação antes do amanhecer.

Abaaoud pode ser visto nas imagens gravadas na estação de metrô Croix de Chavaux, no subúrbio parisiense de Montreuil, não muito longe de onde um dos carros usados ??nos ataques foi encontrado, disse a fonte da polícia.

Ele aparece no vídeo às 22h14 (horário local) da sexta-feira à noite, após tiroteios em vários cafés e ações de homens-bomba perto de um estádio de futebol lotado, mas enquanto um ataque ainda estava em andamento em uma casa de espetáculos.

Antes de ir lutar na Síria, em 2013, Abaaoud havia cometido pequenos delitos. Acredita-se que tenha recrutado jovens em condições semelhantes de famílias de imigrantes em seu distrito natal de Molenbeek, na Bélgica, e em outras partes desse país e da França.

Antes dos ataques, os governos europeus pensavam que Abaaoud ainda estava na Síria.

Tudo o que sabemos sobre:
AtentadosParis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.