Julien Warnand/Efe
Julien Warnand/Efe

Cameron diz que Obama apoia atual situação das Malvinas

Premiê britânico assegurou que EUA apoia status quo das Ilhas Malvinas após diálogo com Obama

Ansa,

16 de março de 2012 | 17h36

NOVA YORK - O primeiro-ministro britânico, David Cameron, assegurou que os Estados Unidos apoiam o status quo das Ilhas Malvinas, após manter diálogo com o presidente norte-americano, Barack Obama.

"Discutimos o tema brevemente ontem. Quis expressar o quão importante é para a Grã-Bretanha estabelecer o quão claramente apoiamos o direito dos habitantes das Malvinas de determinarem seu próprio futuro. Eles querem permanecer com a gente e isso é muito claro", disse Cameron.

 

Veja também:

linkLondres nega 'militarização' do Atlântico

linkModerno navio de guerra é enviado às Malvinas

 

O premier ainda assegurou que, no ano que a Guerra das Malvinas completa três décadas, ele gostaria de "enviar uma mensagem muito clara ao resto do mundo - Argentina e demais países - de que, enquanto os nativos quiserem ser britânicos, a Grã-Bretanha ajudará" a manter este status.

Em 20 de janeiro, o governo norte-americano emitiu uma declaração dizendo reconhecer a administração das ilhas por parte do Reino Unido, mas que este se tratava de um tema bilateral que deveria ser resolvido pelas partes envolvidas.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.