Cameron 'larga' pasta secreta em trem

Funcionários do governo britânico asseguraram nesta segunda-feira que os segredos do Reino Unido não ficaram em risco apesar de uma fotografia que mostra a famosa pasta vermelha de documentos do primeiro-ministro à vista do público na mesa de um trem.

AE, Agência Estado

09 de setembro de 2013 | 15h57

O jornal londrino Daily Mirror estampou na primeira página de sua edição de hoje uma foto da maleta vermelha com a inscrição "Primeiro-Ministro" aparentemente largada sobre uma mesa depois de o chefe de governo, David Cameron, levantar-se de seu assento durante uma viagem de trem para a Escócia durante o fim de semana.

Segundo o Daily Mirror, outros passageiros do trem poderiam, por exemplo, ter pegado a pasta e estudado planos secretos para as opções militares para a Síria ou detalhes sobre os desacordos entre Londres e Moscou em relação a Damasco.

Por meio de nota, no entanto, o governo britânico assegurou que os seguranças de Cameron estavam próximos quando ele se ausentou e em nenhum momento a pasta teria ficado "largada". Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Reino UnidoCameronpasta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.