Caminhão-bomba atinge delegacia e mata 13 no Iraque

Um caminhão-bomba atingiu nesta segunda-feira, 2, uma delegacia da cidade iraquiana de Kirkuk, próxima de Bagdá, e deixou pelo menos 13 mortos, segundo informações de fontes policiais.O ataque ainda deixou 137 feridos, muitos deles se encontram em estado grave. Por isso, não se descarta que o saldo de mortos possa aumentar, segundo o general da polícia Borhan Wasef.Os policiais disseram ainda que cerca de 20 crianças que estavam brincando do lado de fora de uma escola estão entre os feridos.O caminhão explodiu aproximadamente às 10h45 (04h45, em Brasília) em frente à entrada da delegacia de Rahimawa, um bairro curdo no norte da cidade.Testemunhas disseram ter visto um intenso trânsito de ambulâncias dirigindo-se ao local, onde diversos edifícios próximos à delegacia ficaram danificados.Kirkuk e sua região vivem uma grande tensão desde a queda do regime de Saddam Hussein, já que propiciou o retorno de diversos curdos para reivindicar terras e propriedades confiscadas pelo ditador.Os árabes sunitas e turcomanos de Kirkuk acusam os curdos de querer mudar a composição demográfica desta região rica em petróleo, na qual está previsto para o fim do ano um plebiscito para decidir sua eventual incorporação à região autônoma do Curdistão.Tanto o presidente do Curdistão autônomo, Massoud Barzani, como o próprio presidente iraquiano, o também curdo Jalal Talabani, declararam que consideram Kirkuk como parte irrenunciável do Curdistão iraquiano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.