Caminhão-bomba mata 25 pessoas no Afeganistão

A explosão de um caminhão-bomba, tombado numa estrada congestionada do sul de Cabul, matou 25 pessoas, incluindo crianças que iam para a escola e 4 policiais. Carregado com lenha e tombado aparentemente de propósito durante a noite, a cerca de 30 km ao sul da capital afegã, o veículo explodiu quando as autoridades tentavam retirá-lo do local, disse um governador do distrito.

AE-DOW JONES, Agencia Estado

09 de julho de 2009 | 03h07

"Os civis incluem estudantes e homens mais velhos", disse o chefe de polícia da província, Ghulam Mustafa Mohsinisaid. "Três estudantes e um homem ficaram feridos", acrescentou. O governador do distrito de Mohammad Agha, onde ocorreu a explosão, havia informado que 12 corpos tinham sido identificados e que a maioria era de crianças.

"Ainda estamos tentando resgatar os corpos de debaixo dos escombros das lojas que desabaram", disse o governador, Abdul Hameed Hamid. "Há mais pessoas mortas." A explosão aconteceu numa das principais rodovias que ligam o sul e o leste do Afeganistão à capital, Cabul. Três lojas foram totalmente destruídas e os estilhaços chegaram a um quilômetro de distância da explosão, disse o governador. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistãoviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.