Caminhão-bomba mata pelo menos 16 pessoas do Iraque

Polícia afirma que Conselho Municipal de Suleiman Bek era o alvo do ataque

Agencia Estado

21 Junho 2007 | 13h10

Um militante suicida matou nesta quinta-feira pelo menos 16 pessoas e feriu outras 70 ao lançar um caminhão contra um prédio do governo no norte do Iraque, parcialmente destruindo a construção e demolindo casas próximas, informou a polícia. Mulheres, crianças e policiais estão entre as vítimas e muitos deles foram soterrados pelos escombros. O ataque aconteceu em Sulaiman Bek, cidade a cerca de 90 quilômetros ao sul de Kirkuk e que fica na principal estrada que conecta Bagdá ao norte. Um capitão policial na cidade disse que o veículo foi jogado contra um complexo do governo que abriga instituições municipais. Sulaiman Bek, uma cidade que abriga árabes, curdos e turcos, tem vivido um aumento de violência nos últimos meses, com comboios militares usando a estrada de Bagdá sob ataque constante. Perto de Bagdá, milhares de soldados dos EUA e do Iraque seguiram com ofensivas contra militantes da Al-Qaeda, em uma das maiores operações desde o início da invasão liderada pelos americanos, em 2003, para tirar Saddam Hussein do poder.Matéria ampliada às 10h33.

Mais conteúdo sobre:
Iraqueatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.