Caminhão explode, mata 18 e fere 40 no Paquistão

Um caminhão levando produtos químicos explodiu acidentalmente hoje, no sul do Paquistão, causando a morte de 18 pessoas e deixando 40 feridas. O incidente ocorreu após haver um aumento na pressão no tanque de armazenagem do veículo. Centenas de pessoas foram até o depósito na cidade de Hyderabad para se informar sobre mortos e feridos entre os escombros de lojas destruídas, mostrou uma emissora local de televisão.

AE-AP, Agência Estado

28 de junho de 2010 | 11h05

As autoridades descartaram a hipótese de terrorismo e afirmaram que a explosão ocorreu por causa do aumento da pressão no tanque, disse Mohammad Ali Baloch, graduado policial em Hyderabad. O caminhão levava 7.925 galões (30 mil litros) de solvente, disse Babar Khattak, o chefe de polícia na província de Sindh, onde fica Hyderabad. Ele não tinha mais detalhes sobre o material transportado.

O Paquistão sofre com ataques terroristas nos últimos meses, levando o Exército a lançar uma série de ofensivas contra o Taleban no país, na fronteira noroeste com o Afeganistão.

Atentados

Também hoje, militantes do Taleban emboscaram um comboio do Exército na área tribal de Bajur, matando quatro soldados, segundo Mohammad Jamil Khan, um alto funcionário do governo em Bajur. Os militares retaliaram, matando três militantes, segundo Khan. O ataque ocorreu na vila de Mamound, 25 quilômetros a norte de Khar, principal cidade de Bajur. Por duas vezes, os militares paquistaneses decretaram vitória em Bajur, mas os ataques atribuídos aos militantes continuam.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãoexplosãocaminhão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.