Campanha boicota produtos escoceses

Críticos americanos da libertação do líbio Abdelbaset Ali Mohamed al-Megrahi, preso na Escócia pelo atentado de Lockerbie que em 1988 matou 270 pessoas, lançaram uma campanha para boicotar produtos escoceses e britânicos. A campanha foi lançada depois que o governo escocês decidiu libertar Al-Megrahi porque ele sofria de câncer terminal. A Líbia assegura que a libertação foi parte de um acordo comercial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.