AFP PHOTO / Oli SCARFF
AFP PHOTO / Oli SCARFF

Campus de universidade em Manchester é isolado um dia após atentado

Quando estava chegando à universidade vi 100 ou 200 pessoas sendo retirados da biblioteca, conta estudante

O Estado de S.Paulo

23 Maio 2017 | 14h33

MANCHESTER, REINO UNIDO - O campus da Universidade de Salford, em Manchester, foi isolado nesta terça-feira, 23, anunciou a entidade em sua conta no Twitter, um dia depois de um atentado terrorista ter matado ao menos 22 pessoas no show da cantora Ariana Grande na Manchester Arena. 

"Os edifícios foram esvaziados no campus de Peel Park. Por favor sigam instruções da equipe", informou a escola.

"Quando estava chegando à universidade vi 100 ou 200 pessoas sendo retirados da biblioteca", disse o estudante Kieran Stockton ao jornal The Independent. 

A polícia de Manchester investiga possíveis contatos entre o homem-bomba que atacou o show, identificado como Salman Abedi, e cúmplices que o teriam ajudado. Mais cedo, um suspeito foi preso. O Estado Islâmico reivindicou a autoria do atentado de ontem. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.