Canadá confirma primeira morte por gripe suína

O governo canadense confirmou a primeira morte por gripe suína em seu território. A vítima é uma idosa que vivia na província de Alberta, no oeste do país. "Tivemos nossa primeira morte associada ao vírus H1N1 em Alberta", anunciou Andre Corriveau, secretário de saúde da província, em entrevista coletiva concedida hoje. O Canadá é o terceiro país a confirmar um caso fatal de gripe suína. A Organização Mundial de Saúde (OMS) contabiliza até o início da tarde de hoje 46 mortes, sendo 44 no México e duas nos Estados Unidos. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.