Canadá distribuirá maconha para fins medicinais

O governo canadense venderá maconha e sementes para pessoas doentes e seus fornecedores de serviços de saúde, para obedecer a uma ordem judicial que exige a distribuição de cannabis com finalidade medicinal. A decisão do governo, provisória, será adotada enquanto o Executivo canadense recorre. De acordo com o programa anunciado pela ministra da Saúde, Anne McLellan, pacientes podem comprar pouco mais de uma onça (28 g) de maconha seca ao mês, por preços abaixo dos cobrados pelos traficantes. Plantadores autorizados poderão comprar 30 sementes ao ano. A porta-voz do serviço de saúde disse que a maconha plantada pelo governo tem um nível de THC - o princípio psicoativo - de 10%, contra o nível de 3% a 18% encontrado no mercado negro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.