Jonathan Hayward/The Canadian Press via AP
Jonathan Hayward/The Canadian Press via AP

Canadá inicia processo de extradição de executiva da Huawei para EUA 

Em janeiro, Departamento de Justiça dos EUA acusou formalmente a empresa, maior fabricante mundial de equipamentos de comunicações, e sua diretora financeira, presa no Canadá desde dezembro

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de março de 2019 | 16h17

OTTAWA - O governo do Canadá anunciou nesta sexta-feira, 1º, que iniciou o processo de extradição da executiva da empresa chinesa Huawei, Meng Wanzhou, filha do fundador da companhia, presa no país desde dezembro. 

Em janeiro, o Departamento de Justiça dos EUA acusou formalmente a empresa, maior fabricante mundial de equipamentos de comunicações, e Meng, sua diretora financeira. Segundo os EUA, Meng e a Huawei cometeram 13 crimes, entre eles fraude bancária e eletrônica e roubo de segredos comerciais. A empresa também é acusada de violar as sanções dos EUA ao Irã e de conspirar para obstruir a justiça relacionada à investigação. / AP e AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.