Canadá legalizará de vez o casamento homossexual

O primeiro-ministro canadense, Jean Chretien, anunciou que proporá uma lei que permita o casamento entre pessoas do mesmo sexo, o que poderá converter o Canadá no terceiro país do mundo onde os gays podem se unir legalmente. "A sociedade está evoluindo", justificou o premier. Segundo Chretien, a proposta estará pronta em alguma semanas e depois será apresentada à Corte Suprema para que seja revisada. Posteriormente, a nova legislação será avaliada pelo Parlamento. O Partido Liberal, do primeiro-ministro, tem maioria parlamentar, embora o tema cause divisões entre seus membros.Atualmente, somente a Bélgica e a Holanda reconhecem o matrimônio entre pessoas do mesmo sexo. Decisões judiciais recentes, no Canadá, declararam que a definição de casamento segundo as leis atuais é inconstitucional, pois especifica apenas a união entre "um homem e uma mulher". Na semana passada, uma corte de apelações de Ontário invalidou a letra de tal definição, modificando-a para "união entre duas pessoas". Depois disso, dezenas de casais homossexuais obtiveram licença para se casar, mas apenas uma boda foi realizada até agora.De acordo com Chretien, a nova lei daria aos grupos religiosos o direito de decidir quais uniões seriam reconhecidas. Uma diocese anglicana em Vancouver já aprovou a bênção aos casamentos entre pessoas do mesmo sexo. Segundo jornal americano The New York Times, as medidas canadenses deverão causar impacto nos Estados Unidos. A política vai abrir caminho para que casais do mesmo sexo dos EUA e de outras partes do mundo para viajem ao Canadá, já que o país não exige residência para efetuar casamentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.