Canadá não vai à guerra sem apoio da ONU

O Canadá não participará de uma guerra liderada pelos EUA no Iraque que não receba o apoio do Conselho de Segurança da ONU, anunciou o primeiro-ministro Jean Chretien. "Se houver ação militar sem uma nova resolução do Conselho de Segurança, o Canadá não irá participar dela", afirmou Chretien, sendo fortemente aplaudido na Câmara dos Comuns (dos Deputados). "Sempre deixamos claro que o Canadá exigiria a aprovação do Conselho de Segurança para participar de uma campanha militar", lembrou. "Nas últimas semanas, o Conselho de Segurança não foi capaz de chegar a um acordo sobre uma nova resolução autorizando uma ação militar. O Canadá trabalhou arduamente para encontrar uma solução de compromisso. Infelizmente, não tivemos sucesso", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.