Canadá vai reabrir sua embaixada na Líbia

O ministro de Relações Exteriores do Canadá John Baird informou nesta terça-feira que seu país vai reabrir sua embaixada na capital líbia.

AE, Agência Estado

13 Setembro 2011 | 12h52

Baird disse que um pequeno grupo de diplomatas chegou a Trípoli no último final de semana para realizar uma avaliação de segurança e que o Canadá vai estabelecer uma embaixada temporária, enquanto a antiga é reformada.

"Iniciamos o trabalho de reformar nossa embaixada em Trípoli", disse Baird, sem dar uma data exata para a reabertura.

Baird disse que o Canadá vai retomar as negociações comerciais entre os países e que obteve uma isenção das Organização das Nações Unidas para descongelar mais de US$ 2 milhões em ativos para ajuda humanitária na Líbia.

Jatos canadenses tiveram um papel importante nos bombardeios da Otan para proteger civis das forças do coronel Muamar Kadafi. O Canadá se uniu a outros países em junho no reconhecimento do Conselho Nacional de Transição como o verdadeiro representante do povo líbio.

Duas grandes empresas canadenses, a petrolífera Suncor e a gigante de engenharia SNC Lavalin, têm operações significativas na Líbia. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.