Canadá vive segunda onda da pandemia de covid-19, diz Trudeau

Média diária de novos casos de covid-19 quase triplicou nas últimas semanas; primeiro-ministro disse que 'outono pode ser pior que a primavera' no país

Redação - O Estado de S.Paulo

Você pode ler 5 matérias grátis no mês

ou Assinar por R$ 0,99

Você pode ler 5 matérias grátis no mês

ou Assinar por R$ 0,99

Você leu 4 de 5 matérias gratuitas do mês

ou Assinar por R$ 0,99

Essa é sua última matéria grátis do mês

ou Assinar por R$ 0,99

OTTAWA - O Canadá entrou na segunda onda da pandemia do novo coronavírus, disse o primeiro-ministro Justin Trudeau nesta quarta-feira, 23. Em pronunciamento nacional, Trudeau disse que o país está em uma "encruzilhada" após registrar novos surtos em quatro grandes províncias.

"Nós temos o poder de controlar essa segunda onda. Eu sei que podemos fazer isso, porque já fizemos uma vez", disse Trudeau aos canadenses Foto: AFP PHOTO / Lars Hagberg

"Estamos diante de um outono que pode ser pior que a primavera", afirmou o primeiro-ministro, que disse que o governo faria "qualquer coisa" para ajudar o país a se recuperar da pandemia. 

Os casos de covid-19 no Canadá aumentaram nos últimos dias, com uma média de 1.123 novos casos registrados diariamente na última semana, um contraste à média diária de 380 casos confirmados nos dias do mês de agosto. 

"Nós temos o poder de controlar essa segunda onda. Eu sei que podemos fazer isso, porque já fizemos uma vez", completou Trudeau. 

Os canadenses estão mais preocupados com a covid-19 agora que estavam em abril, de acordo com uma pesquisa realizada pela Abacus Data. 

O número total de infecções no país é de 147.753. Mais de 9,2 mil pessoas morreram em decorrência do novo coronavírus, segundo dados do governo canadense./REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato