Cancelada sessão do julgamento de Saddam

O tribunal que julga o ex-ditador Saddam Hussein cancelou a sessão prevista para esta terça-feira, adiando a retomada do processo por cinco dias. O adiamento ocorre em meio a uma disputa entre os juízes encarregados do caso, por conta de uma mudança de última hora na corte.O adiamento é o mais recente sinal de confusão no julgamento do líder iraquiano deposto, e de seus ex-auxiliares. Ele se dá um dia depois de um juiz ter sido retirado do comitê de cinco magistrados, e um novo juiz-chefe ter sido indicado. Segundo um representante do tribunal, Raid Juhi, o adiamento foi necessário porque "algumas das testemunhas que deveriam comparecer hoje não foram capazes de chegar, pois estão em peregrinação" na Arábia Saudita.Mas dois juízes disseram que membros do comitê que julgará o caso desentenderam-se por conta da nomeação do novo juiz-chefe, Raouf Rasheed Abdel-Rahman.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.