Câncer de Lugo não avançou, diz ministra da Saúde

A ministra da Saúde Pública do Paraguai, Esperanza Martínez, informou hoje que o câncer linfático do presidente Fernando Lugo não avançou, de acordo com os exames realizados no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

AE-AP, Agência Estado

24 de setembro de 2010 | 20h16

A tomografia feita por Lugo no hospital mostrou que "não há rastros dos nódulos inicialmente encontrados nos pontos onde haviam sido detectados e tampouco há novos", disse Martínez. No início de agosto, após um check-up de rotina, os médicos descobriram um câncer linfático pouco agressivo na virilha, tórax e na terceira vértebra lombar do presidente paraguaio.

Após passar pela terceira sessão de quimioterapia no hospital da capital paulista, o presidente paraguaio deve voltar para Assunção amanhã. O mandato do ex-bispo católico, de 59 anos, vai até agosto de 2013.

Tudo o que sabemos sobre:
câncerFernando LugoParaguai

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.