Candidato derrotado na Ucrânia repudia resultado

O primeiro-ministro Viktor Yanukovych recusou-se a aceitar a derrota na eleição presidencial, e confirmou que buscará a Justiça para anular o resultado. "Jamais reconhecerei tal derrota, porque a Constituição e os direitos humanos foram violados em nosso país, e pessoas morreram", disse ele a jornalistas. Resultados oficiais da eleição, apurados 99,66% dos distritos, dão ao líder da oposição, Viktor Yushchenko, 52,09% dos votos, contra 44,12% do premier. Yanukovych disse que sua campanha tem cerca de 5.000 queixas sobre o terceiro turno de votação, convocado por conta de fraudes verificadas no segundo, realizado em novembro e vencido pelo primeiro-ministro. Ele fez referência especial à morte de oito eleitores, e sugeriu que elas ocorreram por causa de uma decisão de última hora da Suprema Corte sobre o voto dos deficientes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.