Candidato do governo ganharia 2º turno no Uruguai, diz pesquisa

Segundo consultoria, Tabaré Vázquez, da Frente Ampla, ficaria na frente de Lacalle Pou, do Partido Nacional, por pequena margem

O Estado de S. Paulo

09 de outubro de 2014 | 15h44

MONTEVIDÉU - Pesquisa de opinião divulgada nesta quinta-feira indica que o 2º turno da eleição presidencial do Uruguai, que se realizará no fim de novembro, com disputa entre o candidato do governo, Tabaré Vázquez, da Frente Ampla, e o candidato de dentro direita, Luiz Lacalle Pou, do Partido Nacional, será decidida por pequena margem a favor do governista.

Vazquez conta com 48% das intenções de voto, enquanto Lacalle Pou alcançou índice de 47%, de acordo com os dados divulgados pela consultoria Factum. Nesse cenário, os indecisos (2%) e quem vota branco ou nulo (2%) seriam determinantes para decidir a votação.

Na segunda-feira, a Factum havia divulgado uma pesquisa sobre a intenção de voto no primeiro turno das eleições presidenciais, que se realizarão no dia 26. Segundo a consultoria, Vázquez e a Frente Ampla ficaram com  42% das intenções de voto e Lacalle Pou e o Partido Nacional, 32%.

A pesquisa, a primeira voltada para o segundo turno, foi realizada entre 26 de setembro e 1º de outubro com 1.004 pessoas e margem de erro de 3,2 pontos porcentuais para mais ou para menos. / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
Uruguai

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.