Candidato é banido por campanha pornográfica

Mirad Hadziahmetovic, candidato a prefeito de Zenica, na Bósnia, foi banido da disputa após usar pornografia como uma das formas de atrair eleitores. A campanha oferecia vídeos eróticos a possíveis eleitores ao final de alguns questionários online.

O Estado de S.Paulo

27 de setembro de 2012 | 03h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.