Candidato é o líder mais popular do partido desde Churchill

PERFIL[br][br]Nick Clegg,[br]Líder do Partido Liberal

Talita Eredia, O Estado de S.Paulo

25 de abril de 2010 | 00h00

Nick Clegg é hoje o líder mais popular do Partido Liberal desde Winston Churchill. Pesquisa do jornal Sunday Times aponta que ele tem hoje 72% de aprovação do eleitorado britânico. No fim de seu mandato, Churchill chegou a 83%. Antes do primeiro debate eleitoral, um em cada quatro britânicos nunca tinha ouvido o nome de Clegg.

O liberal é considerado moderno para os padrões da política britânica. Além de ser jovem - tem 43 anos - o ex-deputado do Parlamento Europeu fala cinco idiomas, é casado com uma espanhola, a advogada Miriam González Durante, e deu nomes de origem espanhola para seus três filhos.

Estudou arqueologia, antropologia e trabalhou como jornalista econômico para o Financial Times. Antes de chamar a atenção do público com as eleições, foi destaque em duas ocasiões: quando disse que já tinha feito sexo com 30 mulheres e quando se declarou ateu.

A carreira política de Clegg teve uma ascensão meteórica. Após o mandato no Parlamento Europeu, assumiu a cadeira no Parlamento britânico, em 2005. Dois anos depois, já liderava o Partido Liberal. Clegg foi o primeiro político, desde 1695, a pedir - e conseguir - a demissão do presidente da Câmara dos Comuns, acusado de suborno.

"Essa foi a primeira vez que as pessoas viram Clegg. Antes dos debates, ninguém sabia quem ele era. O que se sabe dele é que ele tem boa aparência, fala bem e é contra os outros dois grandes partidos. É por isso que gostam dele. As pessoas não sabem quais são suas propostas, apenas que ele é diferente de Brown e (David) Cameron", diz Steven Fielding, diretor do Centro de Política Britânica da Universidade de Nottingham.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.