Candidato governista deixa disputa no Haiti

PORTO PRÍNCIPE

, O Estado de S.Paulo

27 de janeiro de 2011 | 00h00

O partido governista do Haiti retirou ontem a candidatura de Jude Celestin à presidência do país. Assim, a ex-primeira-dama Mirlande Manigat e o cantor Michel Martelly disputarão o segundo turno das eleições.

Senadores haitianos já falavam, desde terça-feira, em retirar a chapa da disputa, após crescente pressão internacional e acusações de fraude eleitoral. Segundo os resultados da apuração publicados pelo Conselho Eleitoral Provisório, Celestin ficou em segundo lugar no primeiro turno, com 22% dos votos, atrás de Manigat (31%) e um pouco à frente de Martelly (21%).

Os números foram rejeitados pela maioria dos candidatos e uma missão de especialistas internacionais da OEA recomendou eliminar o candidato e genro do atual presidente do Haiti, René Préval. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.