Candidato teme por saúde de avó

O democrata Barack Obama disse ontem que não sabe se sua avó, Madelyn Dunham, de 85 anos, estará viva no dia da eleição, marcado para 4 de novembro. Obama suspendeu sua campanha por dois dias para visitar Madelyn, que está doente, no Havaí. "Sem entrar muito em detalhes, ela está gravemente doente", disse Obama em entrevista a um programa de TV. "Estamos todos rezando e esperamos que ela consiga, mas uma das coisas que eu posso deixar claro é que eu tive a chance de sentar-me com ela e conversar." O democrata qualifica a avó como uma "heroína" que teve um importante papel em sua criação.A suspensão da campanha pelo democrata foi vista por alguns analistas como um risco político. No entanto, ao mesmo tempo, a visita enfatizou o lado pessoal do candidato que foi muitas vezes criticado por parecer indiferente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.