Leonardo Muñoz/Efe
Leonardo Muñoz/Efe

Candidatos à presidência na Colômbia estão empatados, mostra pesquisa

Santos tem 38% das intenções de voto e Zuluaga, 37%; negociação com as Farc é foco das campanhas

O Estado de S. Paulo,

29 Maio 2014 | 14h17

BOGOTÁ - O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, e o candidato da oposição, Óscar Iván Zuluaga, estão em uma disputa acirrada pelos votos a duas semanas do segundo turno da eleição presidencial, segundo uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira, 29. As duas campanhas eleitorais enfocam as expectativas sobre o futuro das negociações de paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

A primeira pesquisa da empresa Cifras y Conceptos após o primeiro turno da eleição mostra um empate técnico no segundo turno, que ocorre dia 15 de junho. Santos conta com 38% das intenções de voto e Zuluaga, 37%. "É um empate, o país está polarizado", disse César Caballero, diretor da empresa de pesquisas.

A pesquisa, que entrevistou 1.672 eleitores, tem margem de erro de 2.9 pontos percentuais. Dos entrevistados, 15% disseram que vão votar em branco e 10% disseram estar indecisos.

O candidato de direita Zuluaga venceu o primeiro turno. Ele é herdeiro político do ex-presidente Álvaro Uribe e promete suspender a negociação com as Farc, a menos que a guerrilha aceite suas condições para as conversas de paz.

Santos, que ficou em segundo lugar, iniciou as negociações com as Farc há 18 meses em Cuba e busca a reeleição sob a bandeira da paz, com a esperança de assinar um acordo para acabar com o conflito de meio século que deixou mais de 200 mil mortos e limita o crescimento da quarta maior economia da América Latina. / REUTERS

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.